segunda-feira, 20 de julho de 2015

NA MIRA DA POLÍCIA, IMPRENSA E JUSTIÇA FEDERAL, SINDICALISTAS TERÃO DE SE EXPLICAR.

O portal de notícias  O Globo publicou hoje a primeira de uma  série de reportagens  que irá mostrar o verdadeiro RAIO-X dos sindicatos brasileiros. Com o título: "Dirigentes sindicais se eternizam no poder" os jornalistas Henrique Gomes Batista e Ruben Berta trouxeram à luz as verdadeiras intenções de líderes sindicais repletas de irregularidades e com isso, colocando em cheque os trabalhos do Ministério Público do Trabalho (sendo o principal órgão fiscalizador dessas entidades),  e Justiça Federal que na maioria das investigações, acabam não dando em absolutamente nada, como por exemplo no emblemático caso citado como referência do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo(SindiMotoristas) que há 15 anos é alvo de investigação pela Polícia e Ministério Público sobre a legalidade das greves, dezenas de assassinatos, indícios de desvios de dinheiro além de suposta ligação com o crime organizado, inclusive, envolvendo o atual presidente Valdevan Noventa e mais 19 sindicalistas.



    "SÓ 30% DOS SINDICATOS SÃO SÉRIOS" 
Infelizmente, apenas 30% da entidades sindicais são sérias e, as demais têm um série de problemas. Defendem melhorias, mas fazem coisas erradas. São contraditórias, incoerentes-afirma Marco Ribeiro, coordenador -geral do Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Sindicais de Niterói e São Gonçalo (Sintesnit), cuja própria existência reforça problemas do setor sindical. Informou o site. 

A reportagem revela que, de acordo com dados do  Ministério do Trabalho havia em 2014 mais de 8.500  sindicalistas somando cargos de presidente e diretores em geral com mais de dez anos de mandato, contrariando inclusive, o Poder Executivo no qual os políticos só podem permanecer no cargo por oito anos. Esses números são apenas uma breve amostragem já que o texto no portal O Globo ressalta que pode ser  ainda  maior devido a falta de transparência de uma de série entidades que não fornecem os seus dados e, se aproveitam portanto, da frouxidão que existe na precária e ineficiente  fiscalização pelos órgãos competentes que, diretamente acabam alimentando essas práticas abusivas, as quais o próprio Supremo Tribunal Federal classificou como ilegítimas, já que 70% dessas entidades não têm salvo-conduto (autorização legal) e precisam ser fiscalizadas.

UMA VERDADEIRA MÁQUINA DE FAZER DINHEIRO!




Essa reportagem só serviu para reforçar ainda mais, as inúmeras denúncias de corrupção e irregularidades administrativas que este blog vem realizando há alguns meses sobre o Sindicato dos Músicos no Estado de São Paulo e Ordem dos Músicos do Brasil. Na prática o que muda mesmo são os dirigentes e as entidades já que  o modus operandi é sempre o mesmo. Com o dinheiro que não lhes pertencem eles gostam de ostentar viagens internacionais, carros de luxo, adoram ser bajulados e, principalmente, estar diante de holofotes e fazem de tudo para estarem sempre em evidência nas mídias e redes sociais, porém, quando são confrontados a dar explicações sobre comprovações de  esquemas fraudulentos em suas entidades, se  irritam  e desequilibrados partem para ofensas e baixarias conforme podemos conferir  nessa entrevista publicada no site do O Globo.


Quando indagada pelo repórter sobre o salário de marajá (50 mil por mês) da presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio em Niterói denominado pela polícia como sindicato do  crime, Rita de Cácia  irritou-se e ironicamente disse que não trabalha de graça. Porém, a matéria apontou inúmeras irregularidades em sua gestão, inclusive, está respondendo por apropriação indébita e cobrança ilegal da chamada taxa de feriado, apontada pela polícia como suposto foco de desvios de recursos da entidade.

A série de reportagens você pode conferir acessando os links abaixo.  O GLOBO está apresentando todo dia uma matéria diferente e muito desafiadora, além de entrevistas com dirigentes de algumas centrais sindicais. Este blog cumprindo com o seu compromisso perante aos seus leitores e sociedade, está compartilhando  essas matérias reveladoras expondo o lado sombrio e inescrupuloso de vários sindicatos que se dizem representar os trabalhadores, entretanto, são verdadeiros balcões de negócios e esquemas criminosos os quais só servem para enriquecer de forma ilícita os seus dirigentes;

https://secure.avaaz.org/po/petition/Procurador_Geral_da_Republica_Auditoria_no_Sindicato_dos_Musicos_do_Estado_de_Sao_Paulo_SINDMUSSP/?cPrdBhb

http://oglobo.globo.com/brasil/dirigentes-sindicais-se-eternizam-no-poder-16841357

http://oglobo.globo.com/brasil/sindicatos-caixa-preta-se-torna-marca-registrada-16860373

http://oglobo.globo.com/brasil/o-sindicalista-do-etc-similares-16901967

Volta ao início